quinta-feira, 5 de maio de 2016

Minha história...Como tudo começou!


Já disse no primeiro post que reservei esse cantinho pra poder dividir minhas experiências e se Deus quiser o meu lindo positivo,mas enquanto ele não vem,vou contar um pouco da minha história.
Sempre tive um desejo enorme de me casar e ter uma família,sempre dizia que quando me casasse iria ter três filhos.Ok! Hoje eu entendo que não é bem por aí não,as coisas estão um cadiiiiinho difícil pra ter três filhos,mas enfim,pelo menos dois eu quero ter.
Quando tinha 16 anos,conheci o amor da minha vida que hoje é meu esposo. Nossa história não começou com um lindo romance ou um encontro de amigos em comum, mas foi nada mais e nada menos de que um encontro não planejado e não desejado.Isso mesmo! Não desejei estar naquele local,naquele dia. 

Era um final de semana de 13 de fevereiro de 2011, meus pais resolveram ir pra cachoeira, era verão e fazia um calor imeeeenso aqui no Rio de Janeiro,meus pais nunca foram de praia,sempre preferiram o sossego de um lugar mais calmo.Neste dia eu não queria e ir e não tinha nada pra me fazer tirar de casa,enquanto todos tinham se organizado,me lembro de estar sentada no sofá descabelada e vendo desenho,meus irmãos e meus pais gritando e falando um monte na minha cabeça. Como eu ooodeio ficar em casa sozinha, eu fui.

Fiquei  a metade do dia com uma cara horrenda sentada na pedra,quando realmente me deu uma vontade de entrar na água, percebi que tinha um rapaz sentado na pedra me observando, no mesmo momento vesti meu short ( por que eu morria de vergonha de usar só o biquini). Me lembro que depois de tanto me observar ele foi pra água, eu estava brincando com meus irmãos de jogar bola na água, e ele com toda a cara de pau do mundo se aproximou e pediu pra brincar tbm. Meu pai que não é nada bobo, colocou os óculos escuros e saiu da água, só pra observar o tal rapaz perto de mim.

Nós brincamos com bola,pique-pega e essas coisas maneiras que dá pra brincar na água,só que eu percebi que na brincadeira ele só queria me colar, e eu sempre me esquivando. Até surgir a tal pergunta: Qual é o seu nome? Isso mesmo ele pediu pra brincar sem antes perguntar qual era o meu nome e nem tinha se apresentado cara de pau rsrs . Enfim...após apresentações e tal,ele pediu o numero do meu celular, eu disse que não iria dar,mas ele insistiu, aí eu disse assim, olha, vou falar só uma vez, se vc gravar na cabeça pode me ligar, se não vc esquece, falei isso não levando a serio,pq estávamos na cachoeira sem celular. Mas não é que ele guardou o número na cabeça mesmo!!! No dia seguinte, enquanto estava na escola, um número diferente me ligou, atendi,era ele. Meu coração gelou e u fiquei sem reação, realmente ele tinha ligado, sendo que na hora ele esqueceu meu nome kkkkkk. Ficou pedindo desculpa e dizendo que esqueceu do nome, mas não do número kkkk. 

Daí pra frente foi só conversa, até chegarmos a um namorico, que depois ficou sério, bem mais sério que até deu casamento. Quem vê assim,pensa que essa história era só de adolescente, na verdade, a adolescente da história, era somente eu, por que na época ele tinha 27 anos e eu era só uma menina. Enfrentamos muuuitas dificuldades pra ficar junto,justamente pela idade,meus pais não aceitavam...Mas isso é post pra outro dia! Resumindo tudo...deu td certo,namoramos,casamos e estamos  tentando o nosso sonho de sermos pais.

4 comentários:

  1. Oi Dani! Conhecendo teu cantinho!
    Adorei a história de vcs!!!

    detalhesmaissimples.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deh, sinta-se a vontade! Que bom que gostou,pode voltar mais vezes!A casa é sua...rsrs!

      Excluir
  2. Cheguei por aqui! Da última vez que tentei entrar, não abria. Ufa! Que fofo o modo como conheceu seu marido. Tudo bem inocente! Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Blume, seja bem vinda! A casa é nossa...

      Excluir